Pregão Eletrônico 975/2020, da SEED/PR, foi um fiasco, não teve empresa inscrita


O Pregão Eletrônico para a contratação de serviços continuados, que hoje são classificados como agentes I e II, foi um fracasso, já que não teve empresa interessada  para firmar parceria com o governo do Paraná. 

O prazo para o leilão dos postos de trabalhos foram encerradas ontem, sem ter empresas inscritas para participar da concorrência pública; frustrando as expectativas do governo do Paraná e do Secretário de Educação, Renato Feder. 

A mão de obra de merendeiras e até das secretárias das escolas, seriam contratadas por uma empresa terceirizada para a prestação de trabalhos nas escolas estaduais de todo o Paraná, ficando fora, somente a região metropolitana de Curitiba, incluindo a capital. 

Por não ter uma empresa interessada no edital, o dia de ontem finalizou com uma boa esperança para quem ocupa uma função classificada como agente I e II. Por enquanto, não tem mudanças na área.

Fora isso, o edital tem várias impugnações que pode comprometer um trabalho ofertado para a população e o empresário não vai querer comprometer a sua empresa por míseros reais.    

A impressão é que a sociedade paranaense não vai aceitar calada a terceirização dos trabalhos ofertados pelo governo do estado, especialmente na área de ensino. Ainda há uma esperança

Compartilhar por Whatsapp

About Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :