Governador e secretário da educação atropelam a decisão da Comunidade Escolar



O governador Carlos Massa Ratinho Junior e seu secretário de educação, Renato Feder, estão dando um golpe nas instituições de ensino de todo o estado, agindo de forma autoritária, afastando diretores eleitos democraticamente.  

A regra aponta que, para afastar um diretor eleito democraticamente pela comunidade, a ação teria que partir de quem os elegeu, e não de quem ocupa os Núcleos Regionais da Educação.  Se houve motivos para o afastamento de alguns diretores,  Comunidade Escolar deveria ser informada e participar dessa decisão. 

Essa ação é um duro golpe a democracia e deve ser denunciado nas instâncias judiciarias, levando Carlos Massa Ratinho Junior e seu capitão do mato, Renato Feder, aos bancos de réus, para responder pelos crimes praticados contra a educação paranaense. O governador deveria tratar com zelo o processo educacional, já que precisou da escola para aprender a ler e a escrever.  

Tal fato parece estar relacionado a forma como os gestores tem agido em relação ao cumprimento das ordens, onde, questionar as ações impostas pela SEED pode ser o principal motivo para destituir um diretor eleito democraticamente, já que quem os elegeu não teve acesso aos reais motivos para tal ação. 

Não respeitar a escolha da Comunidade Escolar, representado pelo Conselho Escolar, que é o órgão máximo dentro de uma escola, é um caso grave e mostra o quanto a dupla é incoerente e autoritária, ja que quer escolher seus próprios gestores. 

A função do conselho escolar está publicada no site da SEED-PR.

Saiba mais click aqui

Compartilhar por Whatsapp

About Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :