Funcionários da educação serão terceirizados no Paraná

Nesta semana  foi divulgado um edital que vai acontecer de forma online, onde vai ser terceirizado cerca de 11 mil funcionários das escolas paranaenses, os agendes 1 e 2.  

Os Núcleos Regionais, que vão trabalhar em parcerias com as empresas particulares serão: os de Assis, Cianorte, Goioerê, Loanda, Umuarama, Maringá, Paranavaí, Londrina, Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu.  

No edital, a empresa será contratada por 12 meses e o contrato poderá ser prorrogado.  

Segundo alguns, a terceirização faz parte de uma estratégia onde o governo vai atacar e diminuir os postos de trabalhos  jogando um grande número de agentes 1 e 2 para fora dos postos de trabalhos em todo o estado do Paraná e aumentando as filas dos desempregos. 

No dia 10 de dezembro, o governo do estado do Paraná, através da Secretária de Educação vai realizar um Pregão Eletrônico para receber as propostas das empresas, que tem a pretensão de assumir os postos de trabalhos nas escolas paranaenses. As interessadas tem feito uma serie de questionamento e se movimentado os bastidores, na busca de informação para fazer o credenciamento e participar do processo para explorar a mão de obra do agente educacional 1 e 2. 

Segundo o Edital, o Pregão Eletrônico se destinará a “Contratação de serviços continuados de Merendeira, Inspetor de Alunos, Servente de Limpeza, Assistente Administrativo, Profissional de Apoio Escolar, Copeira, Auxiliar de Manutenção Predial e Encarregado, com respectivos insumos, visando atender as demandas estimadas para a SEED, no Estado do Paraná, em diversas unidades escolares, com a metodologia de contratação por postos de trabalho”. 

O que grande parte teme é a precarização do trabalho, diminuindo os salários dos agentes envolvidos, para que um pequeno grupo de empresários obtenham lucros, com a mão de obra dos menos favorecidos, enquanto outros serão abandonados a própria sorte.

Compartilhar por Whatsapp

About Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :