Caso de polícia - chefe do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu foi obrigada a atender os diretores das escolas estaduais

 Os profissionais usaram a força policial para obrigar chefe do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu em atender os diretores que haviam sido dispensados a mando da SEED   

  


Hoje, pela manhã, os diretores das escolas estaduais que compõe o Núcleo Regional de Foz do Iguaçu e que foram convidados para uma reunião, receberam como presentes de natal a destituição de seus cargos, apesar da Resolução n°5.085/2020, assinado pelo Secretário da Educação, Renato Feder, regulamentar a prorrogação dos mandatos até julho.  

  

Os núcleos regionais do Paraná, seguindo a legislação, definida pela SEED, está mandando embora os diretores que fazem oposição ao desmonte da educação do Paraná. A gestão das escolas estaduais está sendo vista como uma mercadoria que é preciso vender a todo custo, com metas a serem cumpridas, sendo desprezado o processo de ensino.  

  

 Apesar da legislação dar respaldo a ação impetrada pela SEED, faltou empatia a chefe do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu, Silvana Garcia, que intransigentemente, dispensou os diretores sem uma justificativa, usando do autoritarismo e atropelando o processo democrático. Por conta dessa atitude, o grupo resolveu convocar dois advogados para acompanhar o desenrolar da situação que os envolvia.   

  

Foi exigido que a chefe do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu, Silvana Garcia André, colocasse em ata o motivo sobre qual motivo em que estava dispensando os diretores, que foram eleitos e que tiveram os seus mandatos prorrogados pela resolução de nº 5.085/2020, publicado no dia 16 de dezembro de 2020 e assinado pelo secretário de Educação, Renato Feder.   

  

Na recusa da chefia daquele núcleo de educação, os diretores convocaram dois advogados para acompanharem as justificativas de Silvana Garcia André.  O caso foi parar na delegacia de polícia, para apurar os atos antidemocráticos praticados pela gestora do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu. 

Compartilhar por Whatsapp

About Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :