Professores clama por greve em todo Paraná

O presidente da APP - Sindicato e um grupo de 73 dirigente sindicais ocuparam a Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, no final do dia de ontem. 

O que a maioria esta estranhando é a falta de atitude da direção estadual da APP - Sindicato, em chamar uma assembléia estadual de indicativo de greve. 

Segundo informação, o presidente da APP - PR, Hermes Leão, é o único que pode chamar uma assembléia estadual com o indicativo de greve, em até 48 horas. 

Mesmo de dentro da Assembléia Legislativa do Paraná, é possível convocar os professores, para assembléia estadual aberta, democrática e de luta para ocupar os prédios da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, Secretária de Educação Estado do Paraná e de todos os núcleos de educação do estado. 

O chamamento da greve é para não fechar o ano letivo e deixar o governador Carlos Massa Ratinho Júnior e o secretário de educação, Renato Feder num beco sem saída. Os prejuízos para a dupla vai ser grande, caso os professores entrem em greve nesse momento. Sem o fechamento do ano letivo, as notas do IDEB despencam. 

Em nota nessa madrugada, que circulou nos grupos de fechados de whatsapp, o presidente da APP-PR informa os objetivos do movimento.  

Leia abaixo.

 Bom dia Companheiras/os.

Estamos ocupando a Alep com 73 participantes, td muito difícil nesse período de pandemia. 

Estamos sob interdito proibitório mas nos manteremos na ocupação  (multa diária de R$ 30 mil). 

Solicitamos manifestações de apoio e cobrança sobre o governador,  das direções das entidades sindicais, movimentos populares e lideranças. 

Nossos itens centrais: 

- Saída do secretário comerciante Feder da secretaria da educação; 

- Revogação do edital 47 que preve prova para PSS no dia 13 de dezembro  (cerca de 90 mil participantes); 

- Prorrogação dos contratos atuais de Professoras/es e Funcionárias/os PSS por conta da calamidade pública da pandemia; 

- Revogação do fim do ensino noturno (regular e EJA), nas escolas militarizadas ilegalmente; 

- Manutenção de mesa de mediação permanente de diálogo. 

Saudações Sindicais, 

Hermes Silva Leão Presidente da APP-SINDICATO 

Curitiba, madrugada de 19 de novembro 2020.


Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :