Tribunal de Contas reconhece denuncia contra o prefeito de São Carlos do Ivaí na contratação de assessoria de imprensa da Rede de Rádios de Paranavaí


















O conselheiro, Ivan Lelis Bonilha(foto) que faz parte do Tribunal de Contas do Paraná(TC-PR), foi o relator da denuncia contra o prefeito de São Carlos do Ivaí, na denuncia, que foi assinada por cinco vereadores, com relação ao caso da contratação de uma empresa ligada a Rede de Rádios de Paranavaí, com a finalidade de prestar serviço de assessoria de imprensa, para o prefeito Jose Luiz Santos; com o pagamento mensal de R$  4.300,00.

Na época, o caso foi tratado por esse blogueiro e o chefe do executivo disse nas redes sociais e numa rádio comunitária que a publicação era mentirosa e esbravejou que, “os fatos tratados eram mentirosos e que o blog do Take tentou extorqui-lo.” tentando usar de mentira para cobrir que estava sendo investigado.

 O fato da extorsão, divulgado amplamente pelo prefeito e por seus comandados, foi usado e divulgado para tentar se defender do que estava por vir. 

Como é preciso de atenção dos conselheiros do Tribunal de Contas, em julgar um assunto em que envolve improbidade administrativa e desvios de recursos, o TCE-PR, começa a restabelecer a verdade.

 Como a mentira tem pernas curtas, no dia 17 de setembro de 2020José Luiz Santos, Otávio da Silva Neto, a Rede de Rádios Agência de Noticias Ltda e o empresário Valderci José da Silva, foram apontados por praticarem um desvio de R$ 51.600,00.

 Agora só falta o fórum de Paraiso do Norte condenar  o grupo ligado a rede de rádios e mais o prefeito, para que a justiça seja feita.

 No despacho do conselheiro relator Ivan Lelis Bonilha, “ os implicados não conseguiram provar que estavam realizando os trabalhos de assessoria de imprensa no município.”

 Os materiais encaminhados por oficio ao Tribunal de Contas do Paraná, para desmentir a denuncia, que foi protocolada pelos vereadores,  Antonio Marcos Garcia, Alexandre Mendes da Silva,  Marco Aparecido Rodrigues, Lauro Pereira Galli e Jorgenio Sebastião Camacho; que tinham a intenção de acabar com uma pratica irregular. O chefe do executivo estava pagando uma quantia mensal, para que a sua promoção pessoal fosse feita em detrimento de outros setores que precisavam de atenção  como área de saúde e educação.

 Durante a representação, feita pelos vereadores, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, descobriu que tinha uma denuncia formalizada no Fórum de Paraíso do Norte sobre o mesmo caso. Após o pronunciamento do relator que aconteceu em 17 de setembro 2020, Ivan Lelis Bonilha  que de forma unânime, foi acompanhada pelo pleno do conselho, imprimindo um derrota para o prefeito José Luiz Santos.

 Na opinião dos conselheiros ouve prática de improbidade administrativa e por isso, o TCE-PR reprova a atitude do prefeito de São Carlos do Ivaí

 Acompanhe o despacho assinado pelo conselheiro Ivan Lelis Bonilha



Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :