Câmara lamenta morte do ex-vereador Paulo Mantovani


 

A Câmara de Maringá, por meio de seu presidente Mário Hossokawa, comunica e lamenta o falecimento do ex-vereador e comunicador Paulo Mantovani, pai do vereador Flávio Mantovani, que cumpre mandato até o fim de 2020.

Paulo Mantovani, que tinha 72 anos, estava internado no Hospital Bom Samaritano para a retirada de um possível tumor no pulmão, mas não resistiu às complicações na cirurgia e veio a falecer na segunda-feira (14).

Com o programa televisivo “Prosa Sertaneja”, Paulo Mantovani ficou mais conhecido como o “Homem da Moringa”, fazendo sucesso em toda a região.

Comunicativo e sempre a par dos principais assuntos relacionados à política em Maringá, participou de quatro legislaturas na Câmara como vereador, sendo a 8ª Legislatura (1983 a 1988), 9ª Legislatura (1989 a 2002), 11ª Legislatura (1997 a 2000) e 12ª Legislatura (2001 a 2004). 

Em sua atuação no Poder Legislativo, sempre desempenhou papel de liderança, vindo a ser vice-presidente da Câmara de Maringá entre 1985 e 1987.

Durante esses quatro mandatos, Hossokawa dividiu o plenário com ele. “Tive a oportunidade de atuar em diversas causas e projetos ao lado do Paulo Mantovani aqui na Câmara, desde a década de 1980. Foi um homem preocupado com o desenvolvimento da nossa cidade e também com o bem-estar da população”, lamentou o presidente da Câmara.

O corpo de Paulo Mantovani será velado a partir das 10 horas desta terça-feira (15), no plenário da Câmara. A sessão ordinária desta terça-feira (15) está cancelada e foi decretado ponto facultativo na Casa de Leis. Paulo Mantovani deixa dois filhos.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :