Proposta remaneja R$ 234,2 milhões no orçamento de nove ministérios

 Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Brasília - Esplanada - fachada Ministério da Economia
Proposta destina R$ 96 milhões para reforço de ações no Ministério da Economia

O Poder Executivo encaminhou ao Congresso Nacional uma proposta que prevê  credito suplementar de R$ 234,2 milhões para o reforço das ações de nove ministérios. O dinheiro é oriundo do cancelamento de dotações já existentes no Orçamento.

Conforme a proposta (PLN 24/20), R$ 96 milhões serão destinados ao Ministério da Economia e quase R$ 71 milhões para o Ministério da Defesa. Juntas, as duas pastas responderão pelo remanejamento de 67% do total de recursos.

A Valec, estatal de ferrovias vinculada ao Ministério da Infraestrutura, deixará de contar com mais de R$ 9 milhões para custeio de ações de tecnologia da informação. Esse montante será integralmente destinado a investimentos na modernização do Exército.

Tramitação
A proposta deve ser analisada pela Comissão Mista do Orçamento
 (CMO) do Congresso Nacional, que ainda não foi instalada nesta sessão legislativa. Depois, seguirá para discussão e votação por deputados e senadores em sessão conjunta do Congresso.

Ato conjunto da Câmara dos Deputados e do Senado regulamentou a deliberação remota, pelo Congresso, de propostas de leis orçamentárias enquanto durar o estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus, em casos de urgência ou relacionados ao combate da Covid-19 e com apoio de líderes partidários.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :