Professores paranaenses irão ao judiciário pedir o cancelamento do ano letivo


Um grupo de professores do Paraná se uniram e resolveram fazer frente ao ensino a distância (EaD), implantado no estado, por conta da pandemia do covid-19. Resolveram denunciar as arbitrariedades que os educadores vêm sofrendo, constantemente, na implantação do sistema educacional pela secretária de educação. 

Para os professores “o ano letivo tem que ser cancelado, a frequência de alunos na plataforma implantada pela Secretária de Educação do Paraná, não chega a 10% dos matriculados nas escolas paranaense. Ao acessar a plataforma na internet, não quer dizer que estão conectados.”

A informação é que pelas dificuldades impostas pelo sistema, é uma missão impossível o aluno aprender da mesma forma que o presencial, dificultando ao aluno a continuidade da aprendizagem.
 
Outro ponto verificado pela equipe de professores, é que o sistema implantado para transmitir as aulas, é inoperante, pois o sistema oscila, caindo a toda hora, dificultando o aprendizado. 

Eles também reclamam da falta de privacidade dos professores pois, a toda hora, há contatos da secretária de educação e dos núcleos regionais, mesmo fora do horário de trabalho, não se importando se é dia ou a noite, até após as 23 horas e nos finais de semana.

Fica claro que o assédio moral é praticado pela secretária de educação, quando desrespeita o direito ao descanso e ao lazer do docente.

Pelo fato do baixo acesso a plataforma, o grupo de professores, vai protocolar uma ação, no judiciário, para cancelar o ano letivo, já que a participação dos alunos, de fato, não chega a 10% dos matriculados nas escolas paranaense.

Na mesma petição, vão denunciar a prática do assédio moral, sofrido pelos profissionais da educação no estado do Paraná.


Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :