GGI prepara ações de prevenção para próximos dias em Maringá


Reunião na manhã de hoje, 23, entre Grupo de Gestão Integrada sobre Coronavírus (GGI) definiu estratégias para fiscalização nos próximos dias. Reuniões do Grupo no Paço Municipal fazem balanço das fiscalizações da Mobilização Integrada nos dias anteriores e debatem novas ações para cumprimento do decreto municipal 862/2020 em prevenção ao coronavírus em Maringá. "Nosso trabalho é orientativo e preventivo", avalia secretário de Segurança Pública, Clodoaldo Rossi. "As autuações acontecem em casos de estabelecimentos que já foram orientados antes e persistem em descumprir decreto". 

Entre temas abordados estavam espaços públicos, novas dinâmicas de abordagens, horários de estabelecimentos, distribuição das denúncias para equipes de fiscalização, entre outros. 

GGI avaliou situações de empresas reincidentes em irregularidades. Como bar na rua Neo Alves Martins, no centro, que foi fechado duas vezes na semana passada. Estabelecimento tem reclamações e vistorias registradas pela prefeitura. Entre elas sete procedimentos em três meses. Além de orientações anteriores num trabalho preventivo sem punição. Mesmo assim, proprietários seguiram desafiando fiscalização descumprindo normas dos decretos municipais. Até chegar em autuação e fechamento na semana passada. Bar foi flagrado aberto em horários indevidos na quinta-feira e sexta-feira, 18 e 19, com proprietários não aceitando e criticando fiscalização. Além de colocar em risco de contaminação funcionários e clientes. Casos foram registrados em fotografias e videos pelos fiscais. 

Um dos focos está nas aglomerações em espaços públicos como praças, Academias da Terceira Idade (ATI), os Meu Campinho, Parque Industrial, terrenos em zona rural, entre outros. Além do risco de contaminação pelo coronavírus, situação gera perturbação do sossego, poluição ambiental, consumo de drogas, vandalismo, desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entre outras situações que são motivos de denúncias nos telefones 153 e 156. No geral, desde 20 de março já foram 30.561 denúncias registradas na Ouvidoria Municipal. 

Participaram da reunião hoje representantes das secretarias da Fazenda (SeFaz), da Vigilância Sanitária, de Mobilidade Urbana (Semob), Meio Ambiente (Sema), Guarda Municipal, Ouvidoria e Comunicação. Participantes estavam com máscara de proteção, distanciamento, havia alcool em gel à disposição e local estava ventilado com janelas abertas como medidas de prevenção ao coronavírus. 
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :