Vereadores criam CPI para investigar gastos da Saúde


Na sessão ordinária desta terça-feira (26), os vereadores de Maringá criaram uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as compras, diretas ou por meio de licitações, da Secretaria Municipal de Saúde nos últimos doze meses. Em acordo entre as bancadas e blocos partidários, foram escolhidos para realizar a tarefa os vereadores: Flávio Mantovani, Dr. Jamal, Sidnei Telles, Alex Chaves e Mário Verri.

Após a publicação de uma portaria que nomeará os integrantes da CPI, eles terão até três dias para a instalação e definição do presidente, relator e membros. Escolhido por votação entre os 14 vereadores (menos o presidente), o vereador Dr. Jamal já manifestou sua renúncia ao trabalho, dividindo as opiniões dos parlamentares em plenário.

A CPI terá 90 dias para apresentar seu relatório com a possibilidade de prorrogação por mais 45 dias, e está marcado para a próxima quinta-feira (28), às 8h30, uma reunião com os membros da comissão para definição do presidente e relator.

Durante a sessão, foram aprovados cinco projetos de lei, sendo um dos projetos retirado por uma sessão, além de onze requerimentos de informação.

CPI´S
A CPI da Saúde será a quarta aberta pelos vereadores da atual legislatura. Nos anos anteriores, os membros do Poder Legislativo também investigaram por meio de CPI o Terminal Intermodal, o Parque Industrial e também a empresa Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC).
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :