Relatora debate mudanças no calendário escolar com especialistas

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Tema: "A liderança política local das mulheres e a representação feminina dentro das esferas de governo". Dep. Luisa Canziani (PTB - PR)
Luísa Canziani é relatora da MP que suspende a obrigatoriedade de dias letivos durante pandemia

A relatora da medida provisória com as normas excepcionais sobre a duração do ano letivo durante a pandemia de Covid-19 (MP 934/20), deputada Luísa Canziani (PTB-PR), debate o assunto com especialistas nesta quinta-feira (21).

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação estabelece 200 dias de ano letivo para a educação básica (do ensino infantil ao médio) e ensino superior, e carga mínima de 800 horas. A MP suspende a obrigatoriedade de escolas e universidades cumprirem a quantidade mínima de dias letivos neste ano em razão da pandemia, mas a carga horária mínima deve ser cumprida.

A reunião será por videoconferência com transmissão interativa a partir das 10 horas.

Foram convidados para o debate:

  • o presidente do Coselho Nacional de Educação (CNE), Luiz Curi;
  • o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Garcia;
  • o presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Ademar Batista Pereira;
  • a presidente da organização sem fins lucrativos Todos pela Educação, Priscila Cruz, e o diretor de estratégia política da entidade, João Marcelo Borges;
  • além de representantes do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).
Banners - geral - audiência interativa comissões bate-papo

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :