Acolhimento psicológico soma 845 atendimentos em 20 dias de plantão

Foram 845 acolhimentos em 20 dias. Serviço de humanização e abordagem do município no centro de isolamento social. (Foto: Aldemir de Moraes)
O plantão de acolhimento psicológico da Prefeitura de Maringá atendeu 845 pessoas nos primeiros 20 dias de trabalho. O programa foi implantado por meio de psicólogos da Secretaria de Saúde como suporte a pessoas com dificuldades no período de isolamento social. O serviço segue por tempo indeterminado. O atendimento é dado todos os dias, das 7h à 1 da manhã, pelo telefone (44) 3309-4700. 

Nos plantões, seis psicólogos permanecem atentos às ligações. Entre as situações mais acolhidas pelos profissionais, estão o estresse de adaptação à situação da pandemia, medo da doença e seus tratamentos, morte, dificuldades com a rotina e solidão. Do total de ligações, 25% foram homens e 75% mulheres, com idades entre 16 a 79 anos. Do total, 30% afirmam morar sozinhos. A faixa etária que mais realizou telefonemas foi entre 30 e 50 anos. 

O psicólogo da secretaria de Saúde, Leandro Souza, explica a importância de um programa como este na cidade. “O acolhimento psicológico é fundamental em um momento de compreensão e alívio do estresse e ansiedade causados pelo isolamento social. Não hesite em entrar em contato conosco. Nossos psicólogos estão atendendo e levando conforto diante do cenário atual. Estamos aqui por vocês”, explica. 

Caso a pessoa que busca acolhimento não tenha créditos em seu telefone ou, por situação financeira, não puder ficar por muito tempo na linha, a equipe retorna a ligação. Basta sinalizar a necessidade no início da conversa.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :