Procon identifica diferença de até 186% no preço do alcool em gel

                                                                        Andye Iore / PMM

O Procon de Maringá identificou ontem, 16, grande diferença no preço do alcool em gel em estabelecimentos comerciais de Maringá. O principal caso é de 186% de diferença no alcool em gel 70% em embalagem de 60ml. Preço mais barato foi de R$ 7 e o mais caro R$ 20, entre quatro pontos visitados pelos fiscais. Foram pesquisados 14 itens em farmácias e outros estabelecimentos do centro e bairros. "Já identificamos indícios de abuso e medidas serão tomadas. Vamos notificar e depois haverá punição se o problema continuar", anuncia o diretor do Procon, Geison Ferdinandi.

Outra grande variação foi no alcool em gel 70% em embalagem de 250ml. Menor valor foi R$ 14 e o maior de R$ 39,90, com 185% de diferença, entre seis estabelecimentos. Já a menor variação foi no alcool em gel 70% em embalagem de 30ml. Sendo menor preço R$ 6 e o maior R$ 8.

O fiscal do Procon, Bruno Cesar Bieli, informa que estabelecimentos caracterizados pela pesquisa com abuso econômico serão notificados. Eles devem justificar o alto preço do produto. Em caso de falta de resposta ou justificativa não "plausível", é passível de multa entre R$ 720 e R$ 9 milhões.

O Procon maringaense orienta que antes de comprar algum produto o consumidor deve verificar na embalagem dados como procedência, estado de conservação, qualidade, variedade e preço. Em caso de suspeita de abuso econômico, a pessoa pode denunciar nos telefones 151 ou 3293-8150.

O Procon volta ao comércio hoje para verificar denúncias de quatro empresas que estariam estocando produtos para vender mais caro depois. Vale ressaltar também que a prevenção contra o CoronaVírus pode ser feita lavando as mãos com sabão e não somente com alcool em gel.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :