Duplicada há 6 meses, avenida Carlos Borges se torna referência de revitalização


A revitalização da avenida Carlos Borges completa seis meses. Antes, pista simples e esburacada, iluminação precária. Agora, dupla, lâmpadas de LED, ciclovia, paisagismo. Foram investidos R$ 12 milhões na duplicação de 3,2 quilômetros "Antes tínhamos receio de atender à noite. Agora, ficamos abertos até às 21 horas", diz a proprietária da Açaí Tropical, Gislanine Xavier.

A sorveteria está na via há dois anos e meio. Durante obras da reforma movimento caiu muito, com dias que não vendia nada porque máquinas estavam na porta do estabelecimento. Sacrifício de manter ponto aberto valeu e hoje Xavier comemora maior movimento. Ela até investiu R$ 1,2 mil na fachada e pintura para atrair clientes aproveitando grande movimento da inauguração da avenida em setembro passado.
Outra que investiu no estabelecimento foi Irene Tait. A dona do restaurante Pimenta Rosa apostou que movimento melhoraria com reforma da via. Investiu R$ 10 mil e celebra aumento médio de 20% no fluxo de clientes após inauguração da avenida. Ela já contratou mais um funcionário e planeja aumentar espaço e cozinha, caso situação econômica do país melhore.

Em julho de 2019 a reportagem da Assessoria de Comunicação da Prefeitura visitou a avenida ainda em obras. Havia um barracão próximo ao trevo do Contorno Sul com paredes sendo erguidas ainda. Hoje, prédio é um showroom de construtora com apartamento decorado. Ao lado são construídas duas torres com 320 apartamentos. Corretor Kleber Ueda comenta que localização ajuda no sucesso da comercialização dos imóveis. Uma das torres está 97% vendida e outra 70%.

Obra de reforma na avenida Carlos Borges começou em maio de 2018 e inauguração aconteceu no desfile de 7 de setembro de 2019. Foram 3,2 quilômetros duplicados num custo total de R$ 12 milhões. Além da via, também foram feitos projeto paisagístico, canteiro central, ciclovia, sinalizações, sistema de drenagem, entre outros.

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :