Cobra Repórter solicita equipamento com sensor para crianças e idosos portadores de diabetes tipo1


Por meio de requerimento aprovado na Assembleia Legislativa nesta semana, o deputado estadual Cobra Repórter (PSD) solicita ao governo do Estado e à Secretaria Estadual de Saúde (SESA), a aquisição, de forma excepcional em caráter emergencial, do equipamento sensor com Sistema Flash de Monitoramento de Glicose para os casos em que o sistema tradicional com agulhas e fitas estejam causando danos físicos ou psicológicos aos pacientes com diabetes do tipo 1.

De acordo com Cobra Repórter, diversos relatos e solicitações chegaram até ele, onde há a perda de tato e um dano psicológico grave, especialmente de crianças e idosos portadores de diabetes tipo 1 , causados pelo uso constante de agulhas lancetas, aquelas em que é preciso furar a ponta do dedo para aferição do índice glicêmico.

"Soube de casos em que há a necessidade deste procedimento de furar a ponta dos dedos até 12 vezes aos dia. Quando é uma criança ou um idoso, com pele mais sensível, pode até perder o tato, sem contar o trauma. Por isso estamos solicitando que, em casos como estes, seja fornecido pelo estado este equipamento especial, o Sistema Flash de Monitoramento de Glicose, um tipo de escâner à laser, cujo  custo de manutenção é menor do que das agulhas", reforçou Cobra Repórter.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :