Índice de infestação de mosquito reafirma alerta para prevenção


A Secretaria de Saúde de Maringá divulgou na tarde de hoje, 23, o primeiro Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRA), documento que referenda o entendimento sobre a presença do mosquito transmissor da dengue. O índice alcançou 5%. Maringá está na região com risco de epidemia, situação em que se encontram 24 cidades paranaenses.

Já são 77 casos positivos de dengue nos 15 primeiros dias do ano e 365 notificações. Somente em todo 2018 foram 15 casos positivos. A Secretaria de Saúde do Paraná investiga caso de mulher de 58 anos de idade que morreu com sintomas de dengue na última segunda-feira, 20, num hospital de Maringá. Ainda não há confirmação de onde a paciente residia.

O principal problema está nos lixos. Maior parte dos focos - mais de 85% - está relacionados aos lixos, quintais e depósitos. Seja em bairros centrais ou na periferia. Exemplos mais acentuados estão na Jardim Iguaçu com 100% dos focos e no Jardim Universo e Cidade Alta com 82,2%. No geral 55,38% dos focos estão nos lixos, 15,95% em depósitos baixos, 17,8% em pequenos depósitos.

Medidas adotadas pela Secretaria de Saúde para conscientizar população sobre não deixar lixo e recipientes com focos estão atividades com alunos na volta às aulas, reuniões em setores diferentes, capacitações de servidores, mobilização do Comitê Contra Dengue, entre outros. Ao final da apresentação hoje os diretores das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) receberam um mapa com a situação da dengue em suas regiões.

ESTADUAL - A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) também divulgou essa semana boletim estadual do começo do ano. São 7.618 casos confirmados, sendo aumento de 4.846% em relação ao mesmo período do ano passado. O que amplia o quadro de cuidados. Além das 24 cidades em epidemia, há outras 27 em situação de alerta. Uma das medidas estaduais é a instalação de gabinetes em situação de emergência pelo Comitê Intersetorial da Dengue no Paraná.


DENGUE
• 2018 - 15 positivos / 1147 notificações
• 2019 - 1125 positivos / 4457 notificações
• 2020 - 77 positivos / 365 notificações *
em 15 dias
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :