Serie Vaga-Lume é homenageada com painel e bate-papo


O primeiro dia da Festa Literária Internacional de Maringá (FLIM) 2019 está agitado. Destaque na tarde de hoje, 6, foi a homenagem para a serie literária Vaga-Lume. Foi apresentado um painel de 25m² feito pelo artista Tiago Silva e uma mesa com debate sobre os livros da série juvenil. "Cada livro é diferente", comentou editor e escritor da série Fabio Weintraub. "Só se é escritor quando está escrevendo. Nãos e sabe se vai escrever outro livro depois".

O bate-papo "Série Vaga-Lume: Literatura que ilumina" também teve a escritora carioca Jô Duarte e foi intermediado por Dany Fran e Kelly Shimohiro. "Escrever para criança é muito mais difícil que para adulto. Tem que cativar o leitor", comentou Jô Duarte, citando seu livro "Ana Pijama no País do Pensamento", da série Vaga-Lume Junior, de 2009.
Os dois convidados também responderam perguntas da plateia, maior parte de estudantes. Eles falaram sobre mercado editorial, estilo de escrever, inspiração, identidade literária, público infantil, entre outros.
A série foi lançada na década de 1970 e os livros são usados até hoje em atividades escolares. São mais de 90 títulos lançados chegando em torno de 10 milhões de exemplares vendidos.

A Flim começou hoje e segue até próximo domingo, 10, com entrada gratuita. Estandes estão com grande movimento e já ocorreram diversas atividades como palestras, contação de histórias, oficinas. Destaque de hoje à noite é o apresentador e jornalista Zeca Camargo, no auditório Sertões, logo após a abertura oficial do evento às 19h.

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :