População precisa ficar atenta aos prazos para limpeza e reformas de túmulos para Finados



Milhares de pessoas devem ir até o Cemitério Central e o Cemitério Recanto da Saudade para prestar homenagens aos entes queridos no próximo dia 2 de novembro, Dia de Finados. Quem quiser preparar os túmulos para a data precisa ficar atento aos prazos para pintura, reformas e limpeza. 

As construções e pequenas reformas, que exigem a utilização de materiais de construção, podem ser feitas até dia 28 (segunda-feira). Já a limpeza e pintura dos túmulos são permitidas até o dia 31 (quinta-feira).

Comércio – Comerciantes interessados em vender produtos típicos, como velas e flores, ao redor dos dois cemitérios da cidade no Dia de Finados, não vão precisar participar antecipadamente do leilão de boxes, mas precisam recolher uma taxa de licença para comércio ambulante para poder se instalar nos espaços demarcados pela Prefeitura. A informação é da Divisão de Tributação e Fiscalização da Prefeitura, que organiza anualmente os serviços.

“A taxa varia de R$ 34,78 a R$ 372,57 dependendo do tipo de produto que será comercializado e de como ele será comercializado, se num carrinho, numa barraca, caminhão, etc. Nós aconselhamos que os comerciantes venham até a Prefeitura e procurem o setor de Tributos para fazer o pagamento das taxas e nos organizarmos com a quantidade de espaços disponíveis no Dia de Finados. Lembrando que cada comerciante é responsável pela montagem da sua estrutura para trabalhar”, explica o Fiscal Tributário da Secretaria de Fazenda, Astério Daniel da Silva.

A Prefeitura vai demarcar espaços específicos ao redor do Cemitério Central e do Cemitério Recanto da Saudade para a comercialização. “Nossa equipe de fiscais estará nos cemitérios a partir das 6h no Dia de Finados para coordenar a instalação dos comerciantes nos locais demarcados. Lembrando que não é permitido usar espaços não autorizados, e no entorno dos cemitérios só é permitido vender produtos específicos para o Dia de Finados, como velas e flores”, frisa Astério.

Aqueles que quiserem comercializar alimentos e bebidas, poderão se instalar exclusivamente na quadra da Rua Paraíba, entre as ruas Rio Grande do Norte e Salgado Filho (uma esquina antes da Capela Mortuária) ou em um espaço destinado no entorno do Noroestão.

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :