Feder quer fechar e privatizar escolas paranaenses, avançando na venda de Notebooks para as prefeituras do Paraná



Desde o início do ano, o Blog do Take vem alertando a comunidade escolar do Paraná, sobre um plano ardiloso que estava em andamento para privatizar as escolas paranaenses e repassa-las ao Grupo Marista.  O assunto está ganhando as manchetes dos jornais e sendo debatidos pelas redes sociais somente agora. 

A equipe que está à frente da Secretaria de Educação do Paraná, que deveriam agir com ética e na melhoria e defesa da escola pública, faz o jogo contrário e, por isso, não reúne condições morais para dirigir um órgão tão importante como a educação do estado.

O secretáriode educação, Renato Feder, responde a mais de 40 processos na esfera judicial detodo o país e as dívidas de sua empresa não são pequenas. Só no Rio de Janeiro foi condenado a pagar mais de 3 milhões pelo crime de sonegação fiscal.  O governador Carlos Massa Ratinho Junior(PSD) empregou um fraudador do fisco. O que esperar desse governo na educação dos paranaenses?

 Fora as pendencias usa o cargo em que ocupa para empurrar goela abaixo das prefeituras do Paraná, a venda de seus computadores, com a ideia de informatizar a educação, ainda nas primeiras séries.
Grande parte dos municípios paranaenses tem comprado lotes de notebooks Multilaser (empresa de sua propriedade) com sistema operacional Positivo que coincidentemente pertencente ao Senador Oriovisto Guimarães.

Por onde anda os deputados do Paraná, que não abriram uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a forma em que os computadores estão chegando nas prefeituras e até em escolas estaduais, onde os diretores mantém as maquinas guardadas dentro do armário para que não sejam vistos pela maioria.

Não dá para entender onde estão os deputados estaduais que não fiscalizam a prática da venda de notebooks da Multilazer, já que Renato Feder é secretário de educação e Oriovisto Guimarães é senador. Será que populares tem que denunciar a prática ao Ministério Público Estadual?

Enquanto a equipe, chefiada por Renato Feder, avança no projeto de privatização de escolas, onde a maioria será privatizada e entregue ao grupo Marista; ele ataca por outro lado, de mãos dadas com o senador Oriovisto Guimarães e acaba desovando os notebooks por todo o estado, faturando uma fortuna às custas do contribuinte e longe dos olhos dos paranaenses.

Em breve, o Blog do Take vai publicar uma relação das prefeituras que adquiriram os notebooks Multilazer e com sistema operacional positivo. A ideia é informar para que o leitor possa tirar as conclusões .

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :