Comissão rejeita proposta que proibia fabricação e uso de redes de pesca de malha fina

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural rejeitou o Projeto de Lei 206/15, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), que proíbe a fabricação, a comercialização e a utilização de redes de pesca com malha inferior a 5 centímetros (50 mm).
Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Para o deputado Luiz Nishimori, o projeto pode inviabilizar a pesca artesanal
A rejeição foi recomendada pelo relator, deputado Luiz Nishimori (PL-PR). Ele concordou com a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, que rejeitou o texto em 2015. Assim, sendo rejeitada pelas comissões destinadas a analisar o mérito, a proposta deve ser arquivada pela Câmara dos Deputados.
"A ideia poderia inviabilizar a pesca em diversos vilarejos, nos quais pescadores artesanais têm na atividade o meio de sustento próprio e de suas famílias", disse Luiz Nishimori. "O prejuízo social e econômico seria enorme, prejudicando, justamente, quem mais precisa", completou.
A medida da malha serve para determinar o tamanho dos animais que poderão ser capturados. Segundo o texto original, a intenção é preservar o meio ambiente, evitando a pesca predatória de animais em desenvolvimento, sobretudo filhotes.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :