Maringá enfrenta adversários estaduais na Liga Nacional


Os times masculino e feminino de handebol de Maringá jogam contra tradicionais adversários estaduais na próxima rodada da Liga Nacional de Handebol. Os homens enfrentam Londrina amanhã, 28, e as mulheres contra Cascavel, no dia 2 de outubro. Ambos são na casa dos adversários. O masculino está em em terceiro lugar na tabela com 6 pontos. E o feminino em quarto lugar com 4 pontos.

O técnico do time masculino, Leonardo Bortolini, anuncia que jogará pela vitória mesmo fora de casa. Objetivo é se manter entre os três primeiros que se classificam para a próxima fase.

Apesar de confrontos constantes em jogos no Paranaense, Jogos Abertos e Liga Nacional, o treinador diz que não há uma rivalidade entre Maringá e Londrina como no futebol. Que os jogos são bem disputados. Mas os jogadores se conhecem e alguns até já jogaram nas duas equipes. Como o próprio Bortolini.

O time tem dois machucados e que estão em fisioterapia: Dênis e Tchelo. Caso não possam jogar, há boas opções, já que o elenco tem bom nível. Esse foi um dos fatores na vitória de 28 a 22 sobre o São Carlos na rodada anterior. Leonardo Bortolini rodou bem os atletas mantendo o alto padrão durante todo o jogo.

MULHERES - A equipe feminina também tem problemas físicos. Mas o técnico Valmir Fassina tem mais tempo para recuperação. Jéssica, Geisa e Luany estão em trabalho físico e devem estar disponíveis para o próximo jogo que será somente na quarta-feira, 2. Ele aponta Cascavel como a principal força estadual ao lado das maringaenses. As duas equipes já se enfrentaram na Liga, com vitória de 24 a 22 para Maringá num jogo bem disputado.
Fassina está animado com evolução do time. Pela primeira vez venceu Blumenau na Liga Nacional e jogou de igual para igual com Concórdia, apesar da derrota. O que dá chances de classificação, já que nas duas Ligas anteriores jogou para ter mais experiência e melhorar o nível. E agora joga pela classificação. Se ganhar de Cascavel pula de terceiro para segundo lugar e pode garantir classificação antecipada na rodada seguinte.

No masculino, três times se classificam para a próxima fase. E mais um da Conferência Norte/Nordeste, fazendo um quadrangular final. E no feminino são quatro times que se classificam para a próxima fase. E mais quatro equipes de outras três regiões, somando oito semifinalistas. As duas equipes representam Maringá com a Associação Maringaense de Handebol que tem apoio da prefeitura.

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :