Garotinho e Rosinha são presos sob a suspeita de superfaturamento de R$ 1 bilhão em contratos


Tasso Marcelo/AE

O Ministério Público estadual (MPRJ) determinou a prisão, na manhã desta terça-feira, dos ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus no decorrer de mais uma operação que investiga o superfaturamento de R$ 1 bilhão em contratos de construção de casas populares em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. 

O casal foi preso na residência, no Flamengo, na Zona Sul do Rio, e encaminhados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte.
Além deles, também são alvos da Operação Secretum Domus, como foi batizada, Sérgio dos Santos Barcelos, Ângelo Alvarenga Cardoso Gomes e Gabriela Trindade Quintanilha.

De acordo com as investigações, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Caeco) do MPRJ descobriu irregularidades em contratos firmados nos programas, Morar Feliz I e II durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense (2009-2016).

Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :