Comissão aprova projeto que veda cláusula discriminatória em contratação de estágio

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que proíbe cláusula ou condição de caráter discriminatório em contratos de estágio, inclusive a exigência de que o aluno tenha disponibilidade de veículos, equipamentos ou outra forma de contrapartida.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
André Figueiredo: cláusulas dificultam contratação de estudantes mais pobres
A medida está prevista no Projeto de Lei 449/19, do deputado Valmir Assunção (PT-BA). As cláusulas, segundo o autor, dificultam ainda mais a contratação de estudantes de baixa renda, que não tem veículo próprio ou equipamentos de última geração.
Esse ponto também foi destacado pelo relator, deputado André Figueiredo (PDT-CE), que defendeu a aprovação da proposta. “O estabelecimento de condições para a contratação, além de não previsto em lei, é totalmente discriminatório porque o estudante de família mais humilde poderá ser excluído do benefício do estágio”, disse.
Figueiredo destacou que o estágio é fundamental na formação educacional do aluno e também, muitas vezes, significa a colocação no mercado de trabalho.
Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :