Audiência debaterá Sínodo da Amazônia e relevância da Zona Franca de Manaus


Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados realiza na quarta-feira (11) audiência pública sobre o Sínodo da Amazônia e a relevância da Zona Franca de Manaus.
O Sínodo da Amazônia é um encontro entre bispos dos países da região amazônica com o papa Francisco que ocorrerá entre 6 e 27 de outubro deste ano, no Vaticano.
“O Sínodo abordará o atual contexto da Amazônia, a condição de seus povos e a perspectiva de um desenvolvimento econômico que preserve a nossa biodiversidade. Portanto, acredito que o Parlamento pode se aproximar dessa iniciativa que trará visibilidade global aos desafios que enfrentamos”, explica o presidente da comissão, deputado Bosco Saraiva (Solidariedade-AM), que solicitou a audiência.
Na mesma reunião, a comissão vai debater os impactos da Zona Franca de Manaus no desenvolvimento sustentável da Amazônia. “Em um cenário em que a preservação da Amazônia preocupa a comunidade internacional, a Zona Franca precisa ser reconhecida como a principal estratégia para a geração de empregos e renda associada à manutenção da floresta em pé. E, nesse contexto, garantir o bem-estar das populações locais”, disse Bosco Saraiva.
Convidados
Foram convidados para a audiência:
- o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Cláudio de Souza Neto;
- o presidente da Câmara Municipal de Manaus, Joelson Sales Silva;
- o presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica, cardeal Cláudio Hummes;
- o arcebispo da Arquidiocese de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani;
- o reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Sylvio Mário Puga Ferreira;
- o professor do Departamento de Economia da Ufam Alexandre Almir Ferreira Rivas;
- o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo de Almeida da Costa;
- o professor da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), Márcio Holland.
A audiência está marcada para as 11 horas, no plenário 5.
Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :