Obras do Museu de Arte Contemporânea expostas no Calil

Óleo sobre tela (169x130cm) de Fábio Jabur Noronha integra acervo.

Comunidade poderá conferir a partir deste domingo, 1º, no Teatro Calil Haddad, algumas das obras do acervo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR). São 11 trabalhos, entre esculturas, instalações, pinturas e gravuras. A exposição “Viés” segue até o dia 27 de setembro. Lançamento da exposição será neste sábado, 31, às 20 horas.

A curadoria de “Viés” é de Luiz Carlos Brugnera que propõe a exibição de técnicas variadas, marcadas por obras com fortes tendências artísticas. Com quase 50 anos, o MAC-PR, conta com 1,8 obras de artistas brasileiros e estrangeiros e é referência em pesquisa e documentação no Estado. Sua sede, localizada no centro de Curitiba, está fechada para reforma e ocupa provisoriamente salas do MON - Museu Oscar Niemeyer.

A mostra acontece no Museu de História e Artes Hélenton Borba Côrtes (1º andar do Teatro Calil Haddad). A visitação pode ser feita todos os dias, das 8 às 21, com exceção de sábado, domingo e feriados com encerramento às 20 horas. Entrada franca. Agendamento de visitas guiadas: 3218-6118 e no e-mail dcsemuc@gmail.com.

Nesta sexta e sábado, acadêmicos acompanham a montagem da exposição, ao lado de Fernanda Stancik (montagem) e Luiz Carlos Brugnera (curador e artista). Terão a oportunidade de compreender um pouco sobre conceitos das áreas de montagem e curadoria de arte.

A mostra integra o Seminário Maringaense de Arte Contemporânea. Nesta sexta, 30, às 20 horas, no Teatro Calil Haddad, contará com mesa redonda sobre os “Desafios da Arte Contemporânea”. Terá participação da diretora do MAC-PR, Ana Rocha, da conselheira da Fundação Cultural de Curitiba, Rafaela Tasca, do curador Luiz Carlos Brugnera e mediação da professora de Artes Visuais da UEM, Roberta Stubs.

O Seminário Maringaense de Arte Contemporânea é uma realização da Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, UEM, MAC-PR, e Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura.


Compartilhar por Whatsapp

Julio Take

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :